super glamorosas

Isto é uma espécie de bar de NY, ultra sofisticado, nós todas a cair de lindas e elegantes! Só para quem gosta muito da Cláudia e, ao mesmo tempo, tem capacidade para brincar com as coisas sérias que estão a acontecer. Para ver quem tem os Manolos + giros, para debater quem usa a cor de verniz mais estonteante, e até, quem sabe, para podermos dizer umas coisas + a sério!

Tuesday, July 06, 2010

Alma de Isabel

A autora do Livro de 'Alma de Isabel - de Aragão ao Chiado' foi minha colega no liceu (estive quase 30 anos sem a ver...), é médica e teve cancro de mama. As fotos são do Luiz Carvalho

Deixo um texto que publiquei no EXPRESSO sobre ela e sobre o livro:

«Trabalhou até "cair de exaustão". Aos 43 anos, teve um cancro de mama que a obrigou a parar para tratar de si, e descobriu uma outra forma de fazer medicina. É a história da cardiologista Teresa Gomes Mota, autora do livro Alma de Isabel - de Aragão ao Chiado, que narra a saga de uma outra médica, Clara, que acredita ter sido a Rainha Santa numa outra vida.

Costuma-se dizer que filho de peixe sabe nadar e, de alguma forma, Teresa Gomes Mota, 50 anos, herdou, do poeta Guerra Junqueiro - seu antepassado - a vontade de comunicar por escrito. O avô materno, Almirante Sarmento Rodrigues, que foi ministro das Colónias de Salazar e governador da Guiné de Moçambique, entre outros cargos, legou-lhe o espírito empreendedor e, o pai - Comandante José Gomes Mota, um homem ligado ao período da consolidação da democracia no nosso país -, a ousadia de desafiar preconceitos.

O seu mais recente livro, Alma de Isabel - de Aragão ao Chiado, é - sobretudo - uma prova de ousadia, já que Teresa relata através de Clara (a personagem central desta trama que fica entre o testemunho autobiográfico e um livro de autoajuda suportado nalguma pesquisa histórica), o caminho de uma mulher, médica, que depois de ter sido traída pela própria saúde, enceta um caminho de busca e reflexão em torno do poder espiritual da cura.

Rainha Santa numa outra vida


O livro cruza as raízes transmontanas da autora, do seu avô Manuel Sarmento Rodrigues que tanto a influenciou, com a procura que Clara faz de uma antiga identidade, quando, ao olhar para a estátua da Rainha Santa, em Estremoz, sente que pode ter sido aquela mulher numa outra vida: "Mas como posso ter sido outra pessoa? Não pratico nenhuma religião, nem acredito em nadas dessas coisas, nem anjos, nem santos, nem milagres, nem sei mesmo se creio em Deus. E logo uma santa, a Rainha Santa Isabel...", interroga-se a personagem desta trama.

Ao longo desta epifania mística, existe uma médica (Clara ou Teresa) que se interroga: "O que poderia fazer Isabel, nos dias de hoje, com as possibilidades da medicina?".

Clara vai trilhando os caminhos do esoterismo, da astrologia, das cartomantes, da pesquisa sobre a Rainha Santa nos arquivos da Biblioteca Nacional. Percorre esse trilho, de forma desorganizada mas determinada, até que encontra um escritório no antigo Hotel Bragança, no Chiado, onde viveu Fernando Pessoa.

O livro é um cruzamento de informações; como não pretende ser mais do que isso, vale pelo testemunho e pela reflexão em torno dos vários caminhos que poderão existir para a cura ou, pelo menos, da ação que o equilíbrio psicológico e espiritual podem ter no tratamento dos doentes.

Terminado o livro, Teresa regressou à sua vida de médica, ao trabalho na Fundação Portuguesa de Cardiologia, à preocupação com o excesso de carga glicémica que a alimentação atual contém, e que a levou a publicar em 2006, em conjunto com o chef Hernâni Ermida, Emagrecer - Eu consigo, premiado com o Gourmand World Cookbook desse ano, na categoria de melhor Livro de Nutrição e Saúde do Gourmand Portugal Awards.

Alma de Isabel - de Aragão ao Chiado disponível em http://www.buknet.pt

http://http://aeiou.expresso.pt/a-medica-a-rainha-santa-isabel-e-o-poder-espiritual-da-cura=f591320

5 Comments:

At 7/7/10 8:36 AM, Blogger Nela said...

Já me convenceste, Manela! Vou comprar.
Obrigada!
Beijocas a todas a SG's e cuidado com as penas: está um calor do c...amandro!

 
At 8/7/10 10:09 AM, Blogger Natália said...

Bom dia
Também vou comprar
Beijinhos para todas

 
At 8/7/10 4:36 PM, Blogger mari-lou said...

Também eu para me enterter nas longas esperas que a´veem. bijinhos.

 
At 9/7/10 11:48 AM, Blogger Cinda said...

Fiquei convencida. Bom fim-de-semana
Cinda

 
At 28/7/10 4:03 PM, Blogger Nela said...

Gostei muito e revi-me em todos aqueles passos dados por Clara na sua busca por respostas. Experimentando. Experimentando. Conheço muitos dos sítios referidos e, curiosamente, um deles é na rua paralela à minha... E esse não conhecia... Faz parte daquela fase que eu chamo de "bater com a cabeça nas paredes". Procurar sentido, procurar respostas, procurar mestres, procurar vias... Quando o que se quer realmente é ligação ao divino. Ao longo do livro, dei por mim a sorrir cheia de simpatia pela personagem. Com vontade de a abraçar e lhe dizer: Pois, sei como é. Já andei por aí... Não desistas!

Manuela, como deves calcular, adoraria conhecer a tua amiga Teresa/Clara/Isabel...

 

Post a Comment

<< Home